quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Dia da Freguesia

No dia 27 de setembro a Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior vai comemorar o Dia da Freguesia com um conjunto de atividades de promoção do artesanato e das coletividades locais no Parque da Mobilidade, junto à Piscina Municipal.

Pelas 10h00 será feita a abertura oficial da Feira de Artesanato, seguindo-se uma manhã desportiva em que os munícipes são convidados a aderir ao hábito saudável de praticar atividade física.

À tarde, a dança está em destaque com a atuação dos três grupos folclóricos da freguesia – Grupo Folclórico, Cultural e Recreativo de Albergaria-a-Velha; Grupo Folclórico e Etnográfico de Albergaria-a-Velha; e Rancho Folclórico Malmequeres de Campinho. Do folclore far-se-á uma passagem para o samba com uma atuação bem ritmada do Grupo de Samba “Unidos de Vila Régia”.

O Dia da Freguesia encerrará com um espetáculo no Cineteatro Alba pelas 21h30. Em palco, o público poderá desfrutar das atuações do Grupo de Cantares Santa Eulália, da União Desportiva e Cultural de Mouquim, do Coro Despertar, do Clube de Albergaria, da CulturAlb, do grupo Ligação Urbana e da AlbergAR-TE.

http://www.cm-albergaria.pt/Templates/GenericDetails.aspx?id_object=20840

27 SETEMBRO 2014

DIA DA FREGUESIA DE ALBERGARIA-A-VELHA E VALMAIOR
Gratuito (sujeito a levantamento de ingresso e à lotação da sala) | 90 min. | M/ 3

Unidos pela natureza e agora também administrativamente, o território que compõe a freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior é habitado desde há mais de 5.000 anos. Antes de existir Portugal, já nestas terras se vivia e trabalhava. Nesse sentido, a Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha e Valmaior comemora no próximo dia 27 de setembro o “Dia da Freguesia”, visando assim assinalar o dia da sua comunidade através de diversas iniciativas de carácter cultural e social que promovam o são convívio entre os seus cidadãos.

Espetáculo no Cineteatro alba

Grupo de Cantares Santa Eulália
União Desportiva e Cultural de Mouquim
Coro Despertar
Clube de Albergaria
CulturAlb
Ligação Urbana
AlbergAR-TE

http://www.cineteatroalba.com/dia-da-freguesia-de-albergaria-a-velha-e-valmaior/

http://freguesiadealbergariaavelhaevalmaior.pt

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Rua do Hospital

Duarte Machado - Facebook Café Girassol-Lembranças de várias vida

O Real Hospital de Albergaria (que desde 1835 servia de tribunal judicial e cadeia) situava-se exactamente onde hoje é o Palacete da Boa Vista. No último trabalho que publiquei em Dezembro último, sobre a história do Palacete e Castelo da Boa Vista apresento um mapa e a única fotografia (de 1894) que se conhece desse edifício.

Era na parede exterior desse antigo Hospital que se encontrava a lápide hoje existente na escadaria dos Paços do Concelho. Em 1895, a Câmara Municipal presidida pelo Dr. João Eduardo Nogueira e Melo vendeu em hasta pública o edifício, arrematando-o João Patrício Álvares Ferreira (meu tio-bisavô). Comprara também, em 1891, a José Domingues da Silva uma casa contígua, juntando assim estas propriedades à Quinta da Boa Vista que era de sua mãe D. Matilde Angélica Álvares de Carvalho.

Delfim Bismarck, 08/09/2011

domingo, 14 de setembro de 2014

Grupo de Amigos no Café

Café Leão em 1951 (foto cedida pelo Sr. Rui Castanheira ao Portal de Albergaria)


Sentados à mesa da esquerda para a direita: Mário Conde, Atanásio ribeiro, Luís Mano, Matos, Rocha ( dono do café ), José Homem e Minhato.(DM) Na foto, quase ao centro, de gola alta preta e gabardina, é Orlando Bismarck, com 18 anos de idade.(DB)

Facebook Café Girassol, 31 de Julho de 2011
https://www.facebook.com/groups/237000052999189/

FALECEU O SR. ANDRADE

Desde que me lembro, sempre me habituei a ver o sr. Andrade num grupo de pessoas onde estava o meu Pai. Eram pessoas da Alba, mas eram sobretudo pessoas do antigo Café Leão, depois do Café Avenida e por fim do Café Napoleão (menos do Girassol).

Descontados os que eram mais novos (e que felizmente continuam por aí), eram pessoas que agora estariam pelos 90 anos, mais 5, menos 5. Hoje, o sr. Andrade tinha menos, o meu Pai teria mais. Não os nomeio todos, mas num só fôlego recordo alguns só para amostra, e pelos nomes por que os tratavam: o Marques da Silva, o Lalande, o Lima, o Mário Conde, o engenheiro Miguel, o Alberto Soares Pereira, o Rebelo, o António Augusto, o Deltinho, o Figueiredo… Mas, sendo pessoas da mesma geração, eram sobretudo um grupo de amigos, mais ou menos íntimos, que praticavam a tertúlia e o convívio à mesa do café, diariamente, várias vezes ao dia. O meu Pai faleceu há 20 anos, o sr. Andrade foi a sepultar ontem. Creio que, desse grupo de homens bons, entre os 85 e os 90 , o sr. Andrade foi o último a falecer.

Deixo aqui a minha homenagem a um homem de convívio fácil, com um apurado e sibilino sentido de humor, muito culto (tanto quanto ser-se culto é conhecer-se o mundo) e modesto. Para comigo, filho do seu colega Nestor, colega do Colégio dos seus filhos José e Manuela, o sr. Andrade teve sempre uma atitude de muita estima e consideração. Nos últimos anos não eram assim tantas as conversas que tínhamos, mas era o cumprimento, simples e amigo que trocávamos quando nos víamos. E isso chegava, para perceber a sua afectuosidade.

Sei que foi um bom Pai – este pode ser o seu elogio fúnebre. Com o seu falecimento, há uma parte muito considerável da minha memória que se encerra, em jeito de fim de capítulo. E deixa muitas saudades.

Mário Jorge Lemos Pinto, 22/07/2014 (facebook)

sábado, 6 de setembro de 2014

Medalhas (Municipio de Albergaria-a-Velha)

Ao contrário de outros municipios não é habitual a atribuição de medalhas no municipio de Albergaria-a-Velha.

Em 2003 foi  deliberado que fosse promovido um levantamento das distinções honoríficas atribuídas e respectiva fundamentação.

 O Prof. João Agostinho Pereira, em reunião da Assembleia Municipal de 17/12/2004, referiu que a Câmara estava atenta e que iria desenvolver trabalho no sentido de galardoar outros Albergarienses.

Houve apenas uma cerimónia, em 2009, em que  foram distinguidas as Associações e Colectividades com mais de 25 anos de actividade ao serviço da comunidade.

Deverão ser homenageados os albergarienses que o mereçam e essa distinção nunca deverá ter qualquer conotação politica ou partidária. Não concordamos que seja feita a título póstumo.

É provável que possa haver mais homenageados caso o  actual executivo queira aproveitar as comemorações dos 180 anos do concelho que será em fevereiro de 2015.


Medalha entregue ao Padre Querubim - 2004