quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Instalação dos órgãos do Município de Albergaria-a-Velha

A cerimónia de instalação da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal de Albergaria-a-Velha vai ter lugar no próximo sábado, 21 de outubro, pelas 15h30, no Salão Nobre dos Paços do Município.


Na Assembleia Municipal tomam posse os 21 membros municipais que, de acordo com os resultados das eleições autárquicas de 1 de outubro, estão distribuídos da seguinte forma: 13 membros do CDS-PP, 6 membros do PPD/PSD e 2 do PS. A estes representantes acrescem os presidentes das 6 Juntas de Freguesia, 4 do CDS/PP e 2 do PPD/PSD.


Na Câmara Municipal tomam posse o Presidente António Loureiro (CDS/PP) e os Vereadores Delfim Bismarck (CDS/PP), Catarina Mendes (CDS/PP), Sandra Almeida (CDS/PP), José António Pereira (CDS/PP), José Licínio Pimenta (PPD/PSD) e Nuno Silva (PPD/PSD).        

CMAV, 18/10/2017 



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

3 Senadores E Um Aspirante




Um registo que nem precisaria de legenda. A amizade, o companheirismo e o apoio destes ex-presidentes autárquicos foram notáveis na apresentação da recandidatura de António Loureiro.
O actual presidente, António Loureiro, com Nunes de Almeida, Rui Marques e Saul Silva.
António Loureiro 2017, 08/07/2017






3 senadores e um aspirante. 25 anos da História recente de Albergaria-a-Velha numa fotografia.
Eduardo Costa Ferreira, 09/07/2017






Não são 25 anos de história, mas sim 36 anos, tantos quantos eu tenho de trabalho nessa casa, comecei com o Presidente Nunes de Almeida, passaram por mim o Dr. Rui Marques, o Saul, o João Agostinho e agora o António Loureiro. Muitas histórias eu vivenciei, umas amargas outras melhores. Muito presenciei do princípio ao fim. Todos passaram e eu ainda lá estou, já me quero ir embora, e vou com o último Presidente. Quando me aposentar vou relatar aqui, por episódios, vai ser uma série, com muitas temporadas, até lá muita saúde para todos.
Maria Manuela Pinho, 09/07/2017






Também eu tenho uns relatos para contar depois. E acredite que foram bem mais tristes dos que provavelmente poderá contar.
Eduardo Costa Ferreira, 09/07/2017






(fonte: facebook)




Últimos Presidentes da Câmara:




* Fernando Nunes de Almeida (1981-1986)
* Dr. Rui Manuel Pereira Marques (1986-1998 / 1999-2002)
* Saúl Oliveira Silva (1998-1999)
Prof. João Agostinho Pinto Pereira (2002-2013)
* António Augusto Amaral Loureiro e Santos (2013-)

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Com 900 anos de idade é um território rejuvenescido


Especial Aniversário do Diário de Aveiro - Texto de António Loureiro (Pres, Câmara de Albergaria-a-Velha)

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Autárquicas 2017

Autárquicas/Resultados: CDS-PP mantém câmara de Albergaria-a-Velha


O CDS-PP manteve a câmara de Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro, um dos cinco concelhos que o partido já governava desde as autárquicas de 2013, segundo os resultados oficiais das eleições de hoje.


É o seguinte o resultado oficial do escrutínio para o concelho de Albergaria-a-Velha


https://www.autarquicas2017.mai.gov.pt/#




Fontes:
LUSA
SGAI - AE - Secretaria - Geral do Ministério da Administração Interna - Administração Eleitora


Albergaria-a-Velha[editar | editar código-fonte]

PartidoVotos%+/-Vereadores+/-
CDS – Partido Popular8 40860,61Aumento17,12
5 / 7
Aumento1
Partido Social Democrata3 61726,07Baixa10,98
2 / 7
Baixa1
Partido Socialista8686,26Baixa3,71
0 / 7
Estável
Coligação Democrática Unitária2271,64Baixa1,25
0 / 7
Estável
Bloco de Esquerda2121,53Baixa0,02
0 / 7
Estável
Partido da Terra740,53-
0 / 7
-
Votos Inválidos4673,37Baixa1,69
Total13 873100
7 / 7
Eleitorado/Participação22 65861,23Aumento3,76




VEREADORES


CDS/PP - 5
PPD/PSD - 2


ASSEMBLEIA MUNICIPAL


CDS-PP  13 - 56,6% 7.846
PPD/PSD 6 - 26,9% 3.733
PS  2 - 8,1% 1.128
PCP-PEV 0 -  2,1% 289
B.E.  0 - 2,1% 285
MPT  0 - 0,8% 111


JUNTAS DE FREGUESIA:


ALBERGARIA-A-VELHA E VALMAIOR - CDS/PP (Jorge Lemos)


ALQUERUBIM - CDS/PP (António Duarte)


ANGEJA - PPD/PSD (Hélder Brandão)


BRANCA - CDS/PP (Carlos Coelho)


RIBEIRA DE FRÁGUAS - CDS/PP (Henrique Neto)


SÃO JOÃO DE LOURE E FROSSOS - PPD/PSD (Adalberto Póvoas)


ligação


-
CANDIDATOS


A Câmara de Albergaria-a-Velha é presidida desde 2013 por António Loureiro (CDS-PP), que se recandidata ao cargo.

São também candidatos à Câmara de Albergaria o vereador José Licínio Pimenta (PSD), Brito da Silva (PS), Adelino Nunes (CDU), Américo  e Adérito Pinto (MPT).


Em 2013, o CDS-PP alcançou 43,4% dos votos (quatro mandatos) e o PSD 37% (três mandatos). O PS obteve 9,9%, a CDU 2,8% e o Bloco de Esquerda 1,5%, não conseguindo eleger nenhum vereador.
-
BE: Autárquicas: Bloco candidata Américo Pinto à Câmara de Albergaria-a-Velha, 9/8/2017


Américo Pinto, de 67 anos, vai ser o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Albergaria-a-Velha, nas eleições Autárquicas de 01 de outubro, anunciou hoje o partido. Este soldador, reformado, já foi cabeça de lista pelo Bloco neste concelho em 2009, mas não foi eleito. Para a Assembleia Municipal, a aposta dos bloquistas é o ator Ângelo Castanheira, de 43 anos.

MPT: Autárquicas: MPT candidata Adérito Pinto à Câmara de Albergaria-a-Velha, 25/07/2017


Adérito Pinto, de 67 anos, vai ser o candidato do Partido da Terra - MPT à Câmara de Albergaria-a-Velha, nas eleições autárquicas de 01 de outubro, anunciou hoje o partido. Em comunicado, o MPT diz que vai concorrer pela primeira vez à câmara, Assembleia Municipal e Junta da Branca, por entender que "há espaço político", mas também para "combater o populismo que é muito pernicioso para a democracia". "A defesa do meio ambiente e do ecossistema também são é dos 'cavalos de batalha' a defender, mas também para dar resposta a novas situações e responsabilidades que o Governo e o Parlamento querem transferir para a esfera das autarquias", lê-se na mesma nota.
Licenciado em Teologia Filosófica, e pós-graduado em Direito Administrativo e Especialização em Compras e Contratação Pública, Adérito Pinto iniciou a atividade profissional como professor, vindo depois a ocupar cargos administrativos nos Hospitais de Estarreja e de Aveiro.
Mais tarde, trabalhou como Técnico Superior no Gabinete de Apoio ao Ministro da Administração Interna, transitando depois para os serviços sociais da PSP, até se aposentar. O candidato do MPT à Assembleia Municipal vai ser Albano da Fonseca Serrano, de 66 anos, igualmente aposentado da Função Pública.

CDU: Autárquicas: Sindicalista Adelino Nunes candidato da CDU à Câmara de Albergaria, 11/07/2017


O coordenador da União de Sindicatos de Aveiro, Adelino Nunes, de 55 anos, vai ser o candidato da CDU à Câmara de Albergaria-a-Velha, nas eleições autárquicas de 01 de outubro, informou hoje a concelhia. Natural e residente na freguesia da Branca, em Albergaria-a-Velha, Adelino Nunes, operário metalúrgico, pertence ao comité central do PCP e é membro da comissão executiva da CGTP. Já fez parte das listas da CDU ao Parlamento Europeu e foi mandatário distrital da coligação que junta o PCP e o partido ecologista "Os Verdes" nas últimas eleições Legislativas. Desde 1997, o dirigente sindical tem integrado as listas da CDU aos órgãos autárquicos concelhios, sem nunca ter sido eleito. Para a Assembleia Municipal, a CDU aposta no empregado de balcão João Portugal, de 41 anos.


CDS: Autárquicas: Presidente CDS da Câmara de Albergaria recandidata-se, 30/06/2017


O atual presidente da Câmara de Albergaria, António Loureiro, eleito pelo CDS-PP, vai apresentar no próximo sábado a sua recandidatura ao cargo nas autárquicas de 01 de outubro, anunciou hoje o partido. António Loureiro concorre ao segundo mandato depois de ter conquistado há quatro anos a Câmara de Albergaria ao PSD. "Unidos por Albergaria" é o lema da candidatura que será apresentada oficialmente no próximo sábado às 18:30, no Cineteatro Alba. Natural de Sever do Vouga, António Loureiro, de 47 anos, gestor, tem uma vida ligada ao setor florestal. Foi presidente do conselho de administração da Unimadeiras, empresa que agrega centenas de empresários florestais, entre 2006 e 2015, quando passou a presidente honorário. Foi sócio fundador da Associação Florestal do Baixo Vouga e diretor da Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente, fazendo parte, atualmente, dos órgãos sociais destas duas associações. Ao nível partidário foi presidente da distrital de Aveiro do CDS-PP e faz parte do conselho nacional dos centristas. A Câmara de Albergaria é uma das cinco autarquias que o CDS-PP ganhou sozinho nas Autárquicas de 2013.

PS: Autárquicas: Advogado Brito da Silva é candidato do PS à Câmara de Albergaria-a-Velha, 31/05/2017


O advogado Brito da Silva, de 69 anos, vai ser o candidato do PS à Câmara de Albergaria-a-Velha, nas eleições de 01 de outubro, informou hoje o presidente da distrital do partido. Brito da Silva foi vice-presidente dos Bombeiros de Albergaria-a-Velha e foi presidente da Assembleia Geral do Clube Desportivo de Campinho.


PSD: Licínio Pimenta apresenta candidatura à Câmara de Albergaria sob a bandeira "Novos Tempos"., 28/04/2017


Um ano depois de ter tomado posse como presidente da concelhia do PSD de Albergaria, Licínio Pimenta prepara-se agora para lançar a sua candidatura à Câmara Municipal em sessão marcada para esta sexta, às 21h30, no Salão Nobre da Biblioteca Municipal. A cerimónia contará com a presença do Presidente da Comissão Política Distrital do PSD de Aveiro e Presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, responsável pela primeira intervenção da noite. De seguida, terá lugar o discurso do candidato do PSD, Licínio Pimenta, que se candidata às eleições do dia 1 de outubro de 2017 com uma "plataforma alargada de apoio e uma Nova Agenda para Albergaria". Licínio Pimenta, de 44 anos, conta já com uma longa experiência política em Albergaria onde foi vereador. Diz ter uma “agenda mobilizadora para o concelho”, marcada pelos "Novos Tempos". O candidato acredita na "mudança" para dar um novo rumo a Albergaria, “capaz de contribuir para o seu desenvolvimento económico e para a crescente afirmação regional e nacional do concelho, reconquistando, assim, um papel que sempre desempenhou no passado”.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Eleições

Obrigado! É a primeira palavra que quero dirigir a todos os Albergarienses!


Ao longo das últimas semanas, promovemos várias sessões de esclarecimento em todas as Freguesias. Demos a conhecer o nosso trabalho realizado e apresentámos o novo programa eleitoral. A nossa vontade de ouvir as pessoas e debater com elas num ambiente próximo os projectos para o nosso Concelho foi sempre acolhida de um modo incrível, pelo que deixo a todos aqueles que nos acompanharam um profundo agradecimento.
Os últimos meses foram repletos de desafios, mas também de muita alegria e amizade. A Albergaria-a-Velha que hoje damos a conhecer é um projecto no qual o último mandato, sem prejuízo de tudo o que se fez, foram apenas os primeiros e importantes passos na trajectória de projectar o Concelho e de melhorar a sua qualidade de vida. Não iniciámos o último mandato com a ideia de que tudo sabíamos. Fomos aprendendo fazendo. Falando com as pessoas, ouvindo conselhos, percebendo as suas preocupações e os seus anseios e dando o nosso melhor para servir os munícipes. Cometemos erros, mas também batalhámos pelas nossas ideias e conseguimos vitórias com um impacto tremendo na vida dos habitantes deste Concelho.
Muitas vezes, fazer política de forma correta pode ser uma tarefa ingrata. Há muita obra que não se vê mas é essencial para o desenvolvimento sustentável do Concelho, para a captação e fixação do investimento, para o apoio das famílias mais carenciadas. Não tivemos medo de tomar estas decisões, não empurrámos com a barriga opções que tinham que ser tomadas cujos resultados não eram imediatamente perceptíveis mas se foram fazendo sentir, ao longo de todo o mandato, na qualidade de vida no Concelho e nas perspectivas de futuro. Hoje, o potencial do Concelho é incrivelmente maior do que há quatro anos atrás, fruto deste trabalho.
Há uma garantia que vos quero dar a todos: desde ontem à noite que continuo a ser Presidente. Volto a ser Presidente de todos os Albergarienses e, para mim, não há adversários políticos! O nosso partido desde ontem é somente Albergaria! Como até agora, irei ser Presidente de todas as Freguesias! Honrarei perante todos vós os compromissos assumidos!
Há tanto para dizer e agradecer…


OBRIGADO DE A-Z, A TODAS AS PESSOAS QUE INTEGRARAM AS NOSSAS LISTAS!!! Vocês acreditaram no nosso projecto, quiseram fazer a diferença e dar a cara por ele. Foram incansáveis!!!
Um agradecimento especial a uma grande mulher que é a Ana Maria Bastos, que lutou incessantemente para mudar o rumo da sua Freguesia e, por apenas 9 votos, não ganhou a Junta de Freguesia de S. João de Loure e Frossos. Dou ainda os parabéns à Professora Helena Vidinha que também fez um trabalho notável em Angeja. Ambas não saíram vitoriosas mas deram tudo por tudo em prol das suas gentes e da sua comunidade. Grandes Mulheres! Continuamos a contar com vocês!
Agradeço o apoio dado pelo Presidente da Comissão Política do CDS-PP de Albergaria-a-Velha, o Dr. Paulo Silva Silva, e à Juventude Popular, ao Presidente e ao Coordenador Autárquico da juventude, Pedro Rebelo Tavares e João Cruz, respectivamente.
Quero finalizar dando os meus parabéns ao Jorge Lemos, Presidente da JF de Albergaria-a-Velha e Valmaior, ao Henrique Caetano, novo Presidente da JF da Ribeira de Fráguas, ao Carlos Coelho, Presidente da JF da Branca e ao António Duarte que, numa Freguesia que era monocromática desde o 25 de Abril, onde era difícil, conseguiu inverter esse ciclo!
Quero também endereçar os meus parabéns ao Dr. Mário Branco. Por sempre ter conduzido de forma exemplar os trabalhos da Assembleia Municipal, o povo Albergariense reconheceu-lhe mérito e reconduzi-o no cargo de Presidente do órgão mais importante do Concelho.
À equipa que agora segue comigo, o Dr. Delfim Bismarck, a Dra. Catarina Mendes, a Dra. Sandra Isabel Almeida, o Dr. José António Souto e o meu Chefe de Gabinete Dr. Nuno Ferreira, só vos tenho a agradecer a oportunidade de trabalhar convosco!
O texto já vai longo mas não poderia deixar de agradecer a todos aqueles que, directa ou indirectamente, participaram e contribuíram para o sucesso deste último mandato e, nos últimos meses, da nossa candidatura.
“Last but not least” (último mas não esquecido), um profundo agradecimento à minha Família, em especial à minha mãe Maria Irene Amaral Loureiro e à minha mulher Isabel, que sempre me apoiaram e me deram mais força para continuar!
O povo de Albergaria-a-Velha foi soberano! O voto de todos vós fez a diferença. Estarei sempre disponível para vos receber a todos, de igual forma, na Casa da Democracia Albergariense, no edifício dos Paços do Concelho.
Connosco, as pessoas estarão sempre em primeiro!
Muito, muito obrigado!
 Viva Albergaria!
Um abraço!
 António Loureiro

terça-feira, 26 de setembro de 2017

História económico-social de Albergaria-a-Velha no século XX







O Município de Albergaria-a-Velha teve uma forte presença na história da indústria em Portugal, nomeadamente a Fábrica do Caima (primeira fábrica de pasta de papel de eucalipto no mundo), a Fábrica de Papel de Valmaior (fornecia papel de impressão para a maior parte das publicações periódicas do país) e a Fábrica Alba (empresa de fundição e metalomecánica que deixou marcas е mobiliário e equipamento urbano em todo o país).




Torna-se importante reconstruir a história económica e social do século XX, tendo em conta a indústria como factor de valorização do municipio com a criação de um livro que destaque as principais indústrias: Alba, Minas do Palhal, Fábrica de Papel de Valmaior, Ferreira & Companhia, Companhia de Celulose do Caima, como principal motor da atividade económica e desenvolvimento social do Concelho.




Foi adjudicado à historiadora Raquel Cardeia Varela um serviço de investigação especializada e criação de um livro sobre a História económico-social de Albergaria-a-Velha no século XX.




http://www.base.gov.pt/Base/pt/Pesquisa/Contrato?a=3671127




Tipo(s) de contrato Aquisição de serviços
Tipo de procedimento Ajuste directo
Descrição Prestação de um serviço de investigação especializada e criação de um livro sobre a História económico-social de Albergaria-a-Velha do século XX
Fundamentação Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos
Fundamentação da necessidade de recurso ao ajuste direto (se aplicável) ausência de recursos próprios
Entidade adjudicante - Nome, NIF Município de Albergaria-a-Velha (506783146)

Entidade adjudicatária - Nome, NIF Raquel Cardeira Varela (206685750)

Objeto do Contrato Prestação de um serviço de investigação especializada e criação de um livro sobre a História económico-social de Albergaria-a-Velha do século XX
Procedimento Centralizado -
CPV 79720000-7, Serviços de pesquisa e investigação
Data de celebração do contrato 10-08-2017
Preço contratual 10.000,00 €
Prazo de execução 780 dias
Local de execução - País, Distrito, Concelho Portugal, Aveiro, Albergaria-a-Velha




À MARGEM


Não há recursos humanos???? A concorrência é de salutar... pena não ser dos concelho de Albergaria!!  Mas como diz o ditado "Albergaria é fraca mãe e boa madrasta!" (Nélia Oliveira, 13/09/2017)


Agora vejam o que foi adjudicado no passado e em alguns dos casos sem haver investigação:  2008 – 13.230,00 € - Monografia de Albergaria-a-Velha; 2006 – 19.498,50 € - Foral de Paus; 2005 – 14.122,50 € - Fac Sim. da Carta do Couto de Osseloa; 2005 – 18.438,00 € - Foral de Angeja. São os valores pagos pela autarquia nos casos que referi. Em alguns casos nem houve lugar a investigação, pois eram reedições apenas. Falta de recursos humanos e o técnico qualificado vai colaborar na sistematização da informação que é imensa. (Delfim Bismarck Ferreira)

sábado, 16 de setembro de 2017

Carta Militar de Portugal



Carta Militar de Portugal (esc.1:25,000) nº 175 - ALBERGARIA-A-VELHA  


Edição/reimpressão: 1990
Editor: Instituto Geográfico do Exército
ISBN: 9789727650637


Coleção:Cartas Militares (Esc. 1:25.000)

sábado, 9 de setembro de 2017

Vida Nova - Moçambique


"Vida Nova" de. 1907, foi, provavelmente, o primeiro jornal operário a circular, publicado em Lourenço Marques, bi-semanal;


Moçambique abrigou a partir de 1896 operários expulsos da métropole pela Monarquia. Foram estes que fundaram em 1899 a Associação de Classe dos Empregados do Comércio e Indústria de Lourenço Marques, que publicava panfletos e edições únicas em datas como o 1º de Maio. Daí que tenha sido um metalúrgico o fundador e proprietário do Vida Nova, ‘Semanário Republicano’, crítico do regime e das elites econômicas locais. Com jornalistas ameaçados e espancados, o jornal sobreviveu à condenação por delito de imprensa em 1908, mas não à destruição da sua tipografia em 1910. Também se assinalam as edições únicas dos jornais libertários Pró-Mártir e O Chocarreiro, que defendiam a unidade dos trabalhadores.



Editor, proprietário e administrador é o Sr. Patrício Luiz Ferreira Leão, que se afastou de nós há bons 10 anos para aquellas longiquas paragens, tendo a auxilial-o o valioso esforço de seu irmão  e nosso amigo Napoleão Luiz Ferreira Leão, considerado proprietário da Quinta Matolla.

Correio d'Albergaria, 1907


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Nasci com a Trovoada


O Cineteatro Alba apresenta na próxima sexta-feira, 1 de setembro, pelas 21h00, “Nasci com a Trovoada – Autobiografia Póstuma de um Cineasta”, documentário sobre a vida e obra do Albergariense Manuel Guimarães. A sessão contará com a presença da realizadora Leonor Areal e é de entrada gratuita.


CMA


"Nasci com a Trovoada"

Era este o título de um projecto de filme autobiográfico que Manuel Guimarães não chegou a realizar e que agora se apresenta como "Autobiografia póstuma de um cineasta", realizado por Leonor Areal, e cuja estreia acontecerá a 9 de Maio, às 21h30, na Cinemateca, integrado na secção Director's Cut do festival IndieLisboa 2017.


O documentário baseia-se integralmente em materiais de arquivo: filmes, fotografias, artigos de jornal, cartas e diários. Manuel Guimarães é a voz de narrador que nos conduz através da sua vida e obra. Em diálogo com fragmentos dos seus filmes, esta “autobiografia póstuma” assume-se como uma outra ficção.


Outras informações em http://nascicomatrovoada.blogspot.pt


http://manuel-guimaraes.blogspot.pt/2017/04/nasci-com-trovoada.html


Estreado na Cinemateca no dia 9 de Maio 2017.


Sinopse:


NASCI COM A TROVOADA - Autobiografia póstuma de um cineasta


«Gostaria de ter um neto. Poderia ser uma neta. Ela casaria e teria filhos. Falariam algum dia de mim?... “O teu bisavô era realizador de cinema. Fez uns filmes. Alguns, segundo os jornais da época, prometiam. Também pintava qualquer coisa. Mas abandonou. Viveu muito mal. Sempre cheio de dúvidas e de aflições. Quem pagou foi a bisavó, coitada!” Que mais poderão dizer de mim? Que morri de um enfarte, talvez, aos 52 anos de idade!... Quando farei outro filme? »


Manuel Guimarães (1915-1975) foi o principal cineasta neo-realista do cinema português. Os seus filmes revelam um olhar original sobre a sociedade portuguesa, escolhendo personagens consideradas marginais: saltimbancos, pescadores, vadios, prostitutas, estivadores, jornaleiros, etc. Nelas se espelha uma arte de sonhar, aliada a uma ética da resistência e à capacidade de sacrifício que nunca abandona a esperança.


O seu cinema é de índole trágica, mas também a vida do realizador, sacrificada à sua obra, espelha uma outra tragédia pessoal: a de um homem de talento que queria voar alto, mas teve de viver os «anos de chumbo» da ditadura, sofrendo amargamente às mãos da censura.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Eleições 2017



https://ephemerajpp.com/2017/08/19/eleicoes-autarquicas-de-2017-albergaria-a-velha-angeja-ps/


Já apareceu no Ephemera uma primeira entrada sobre as eleições autárquicas no nosso concelho. Esperemos que haja muitas outras contribuições que tenham dado entrada e que as candidaturas locais tenham o cuidado de guardar para remeter para o referido arquivo.


https://ephemerajpp.com/category/geo-portugal/albergaria-a-velha/


Será mais fácil e mais completo e abrangente se forem os próprios partidos / candidaturas locais a guardarem tudo o que produzirem para todas as freguesias.


Há cada vez mais locais associados ao Ephemera onde se podem entregar esses materiais o que facilita o processo de entrega.


Além de ficarem guardadas num arquivo importante poderão eventualmente aparecer em alguma exposição que se venha a realizar a nível distrital ou servir de fonte a publicações que procurem essa informação.


De Albergaria-a-Velha já tem alguns exemplos de materiais de eleições passadas e mais poderão ter se houver contribuições (de anteriores mas sobretudo de futuras eleições) de quem está ligado directamente aos partidos e/ou às candidaturas.


https://ephemerajpp.com/?s=albergaria&x=0&y=0
---

APELO (para partilhar): AS AUTÁRQUICAS JÁ COMEÇARAM


As eleições autárquicas são as mais difíceis de cobrir. Há milhares de listas (municípios, concelhos, freguesias) e um número muito elevado de espécimes de todo o tipo. Um cálculo que fizemos sobre o número de espécimes nas eleições de 2013 chegou às muitas dezenas de milhares (painéis, faixas, cartazes, autocolantes, calendários, panfletos, objectos, materiais audio-visuais, etc., etc., Nessas eleições conseguimos recolher por volta de 35.000 espécimes, menos de metade do que foi produzido. E ninguém, mesmo ninguém, faz esta recolha. Daí o apelo a que comecemos desde já, o mais depressa possível, a organizarmos-nos para cobrir a maioria do pais. Muitas campanhas oferecem-nos também os seus materiais e eles são bem vindos, mas lembro que o carácter do arquivo valoriza o material físico para além do digital.


Tenho a certeza que com os nossos magníficos amigos vamos conseguir uma grande recolha.


Obrigado.
https://www.facebook.com/ArquivoEphemera/

ephemerajpp -  2013

http://abrupto.blogspot.pt/2013/09/ephemera-apelo-com-urgencia-para-que-e.html
Depois das eleições começa de imediato a destruição de cartazes, panfletos, objectos de propaganda, com o encerramento e “limpeza” das sedes.


Por isso, nos contactos com as candidaturas e os voluntários que ajudam o EPHEMERA neste trabalho se salienta sempre a importância de recolher o papel de um panfleto, mesmo quando haja o texto na Rede.


Apelo a todos para que ajudem neste trabalho, voluntário e voluntarioso, nas suas terras, freguesias e concelhos, nas candidaturas em que participem, nos partidos e movimentos de que façam parte.
http://ephemerajpp.com/category/geo-portugal/albergaria-a-velha/

CONTACTOS:


https://ephemerajpp.com.
http://www.officialjpp.com/
jppereira@gmail.com


O Arquivo Municipal também poderia reunir esse tipo de espólio mas não sei se o faz. Poderia ser boa ideia uma exposição com materiais que foram usados em campanhas autárquicas locais. Por serem coisas que nem sempre se guardam e por outro lado porque há sempre motivos de interesse como candidatos que já não nos lembramos, slogans e mesmo o aspecto visual das campanhas