quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Arquivo Municipal - doações e depósitos



Como tem sido hábito ao longo dos anos, o Arquivo Municipal aproveitou a data do seu aniversário para celebrar protocolos de doação e cedência, sendo que, este ano, foram doze os munícipes que disponibilizaram documentação variada ao Município. Entre o material cedido, é possível destacar fotografias do século XX de Albergaria-a-Velha, negativos em vidro e película com paisagens de Angeja dos séculos XIX e XX, a brochura inaugural do Cine-teatro Alba de 1950, documentação da Quinta do Fontão, de 1816 a 1935, e a encadernação de “O Arauto de Osseloa”.
         
O Presidente da Câmara Municipal, António Loureiro, agradeceu a generosidade dos munícipes pela partilha de diversos documentos que contribuem para aprofundar o conhecimento do Concelho. O autarca destacou ainda o papel do Arquivo Municipal no “potenciar da riqueza da nossa História” e na sua divulgação junto de diferentes públicos, em especial, dos mais novos. “As crianças têm gosto em conhecer mais sobre as suas raízes”, afirmou, e deu o exemplo de uma escola que, nas suas salas de aula, já tem fotografias da estátua da Rainha D. Teresa “inaugurada há apenas dez dias!”
         
Ao longo de 2017 o Arquivo Municipal tem dado continuidade à sua missão de tratar e disponibilizar a mais diversa documentação do Concelho ao público, em especial, através do seu portal, que já conta com 2055 utilizadores, que fizeram mais de 54 mil consultas desde a sua criação. Neste ano, foi concluído o trabalho de descrição das atas da Câmara Municipal dos séculos XIX e XX, bem como a inserção de todos os processos de obras particulares e vistorias incorporadas no Arquivo, de 1948 a 1996.
         
Em relação ao espólio fotográfico da Foto Gomes, constituído por 200 mil chapas em vidro e película, é de salientar o registo de mais de 120 mil chapas até à década de 1970. O processo de identificação das várias fotografias está a ser desenvolvido em parceria com os utentes da Misericórdia de Albergaria-a-Velha, tendo o projeto colaborativo sido reconhecido como uma boa prática pela Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas.



CMAV, 23/11/2017




Protocolos 2017 (12)


- fotografias do século XX de Albergaria-a-Velha
- negativos em vidro e película com paisagens de Angeja dos séculos XIX e XX (*)
- brochura inaugural do Cine-teatro Alba de 1950
- documentação da Quinta do Fontão (1816 a 1935)
- encadernação de “O Arauto de Osseloa”
- outros




(*) possivelmente algumas das imagens apresentadas em artigo da revista Albergue nº 4 referentes a postais de Angeja.

Sem comentários: